quarta-feira, 8 de junho de 2011

Resumo Montréal

Tivemos mtos problemas de conexão com a internet na última semana e por isso nosso blog ficou suuuuuper atrasado! Sorry =/

Enquanto as meninas estavam em Toronto, como vcs viram nos posts abaixo, eu fiquei em Montréal na casa da minha amiga Reina, que morava no apê-anexo ao meu, heheh. Ela foi mto mto legal de me hospedar na casa dela por 12 dias e me aguentar lá - sim, pq ela e o namorado dormiram na sala, para me deixar com o quarto! O único problema é que ela tem um gato.... e eu sou alérgica... fiz um tratamento para alergia há alguns anos e acho que isso ajudou a amenizar um pouco minha situação.... mas mesmo assim, 12 dias numa kitnet com um gato me deu várias crises e eu tive que tomar mtos remédios para alergia... quase um por dia! =/

Outra coisa é que ela mora em Montréal norte, então para chegar no centro da cidade demorava no mínimo 1 hora!! Mas td bem, pq era bem fácil, o pto de busão era na esquina da casa dela e ele deixa na porta do metrô, então, sussa.

Voltei na Universidade McGill - que tava suuuper diferente de como a vimos, em dezembro - andei pela Sherbrooke, Ste Catherine - que ta toda enfeitada e fechada para carros, por causa dos festivais de verão! -, velho porto, Mont Royal, fui de novo no Museu de Belas Artes, comi um doce típico que se chama Queue de Castor (literalmente, "rabo de castor"), que é uma massa no formato de um rabo de castor com coberturas doces - a que vc escolher. Encontrei tb alguns amigos de RN, outros, não consegui rever... =/

Rue Ste Catherine enfeitada para o verão!

Qdo as meninas chegaram, fui busca-las na rodo. A Má veio ficar comigo na casa da Reina e a Flá foi pra casa do primo dela. Nesse mesmo dia fui com a Reina numa baladinha onde um amigo dela ia discotecar, e treinei meu portunhol a balada toda, hahahaha! ( a Reina nasceu em Montréal, mas a família dela é da Guatemala. Em Montréal norte só tem imigrantes - grande parte de origem latina ou árabe. Ou seja, é um bairro em que a língua menos falada é o francês, embora quase tds saibam falar francês tb.

Nos dias 30, 31 e 01, o primo da Flá conseguiu folga do trabalho e passeou conosco. E cozinhou tb, hahahah! O primo da Flá, pra quem não sabe, é cozinheiro de profissão! Ele está em Montréal já a 5 anos, e estudou culinária lá, mas já está formado. 





Na segunda, dia 30, passamos a tarde com ele e o David no parque do Mont Royal, tomando sol e conversando. A noite, ele fez lagosta para nós (tava barata, aí mandamos ver, eu e a Flá nunca tínhamos provado lagosta antes) e eu matei uma delas!! hahahhaha Pq a lagosta tem que matar na hora em que vai cozinhar, pra carne ficar mais saborosa.
Felipe e Flá no Mont-Royal

Flá, Jú, Má e David no Mont-Royal

Flá, Má, David e Ju no Mont-Royal
Ju matando a lagosta




Na terça, dia 31, fomos no Oratoire Saint Joseph, pq não tínhamos ido nele em dezembro. Ele é enorme, e fica lá no alto, tem mtaaaas escadas e subimos de joelhos pra pagar os pecados, hahahhahahhaa brinks! =P


Oratoire Saint Joseph

Má pagando seus pecados

Ju subindo as escadarias de joelhos

Oratoire Saint Joseph
Na quarta, dia 01, véspera de darmos Au revoir pro Canadá, arrumamos as malas, fizemos as últimas compritchas de souvenirs e fomos numa festinha de depedida na casa do primo da Flá. Lá, ensinamos as amigas e a namorada dele a dançarem samba e elas nos ensinaram a dançar salsa e merengue!! O Felipe fez hambúrgeres pros carnívoros e Moqueca pros semi-vegetas. Os mais espertos comeram Moqueca, claro! =)


Festinha, com mtos latinos! (pena que as meninas já tinham ido embora)


Nenhum comentário: